Home

 

 SOBRE O CENTRO ESPÍRITA OBREIROS DO PORVIR

 A história do Centro Espírita Obreiros do Porvir - CEOP tem início em 1988, com um grupo de cidadãos, residentes nesta cidade de Bom Jesus da Lapa, que se reunia na residência do Sr. Osvaldo Teixeira Barbosa, com o objetivo de desenvolver e aprofundar os conhecimentos sobre o Espiritismo, tendo como incentivador desses estudos o Sr. Edgard Spínola Teixeira, da cidade de Guanambi - Bahia. 

Assim, com o aprofundamento nas pesquisas, esses adeptos da Doutrina Espírita consolidaram um grupo que, em 19/03/1989, funda o atual Centro Espírita Obreiros do Porvir – CEOP, constituindo Estatuto, registra-o em cartório, quando foi eleita a primeira diretoria da Instituição, que então passa a ter existência legal nos termos da lei civil. 

Em 11 de novembro de 1994 foi inaugurada a sede do CEOP, situada à Rua São Sebastião, s/n - Bairro Maravilha II, em Bom Jesus da Lapa, Bahia, abrindo suas portas ao público. Prosseguindo com seus estudos nos moldes da Codificação Kardequiana e nas obras subsidiárias, o CEOP segue com o seu propósito de promover a prática da caridade espiritual, moral e material, bem como de proporcionar a difusão da Doutrina Espírita. 

 Aos poucos, outras pessoas adentraram aos estudos que foram se ampliando, mais tarde implantadas outras atividades. A Instituição Espírita, de acordo com o seu Estatuto, propõe o estudo sobre o Espiritismo e se define como associação civil de caráter religioso, educacional, cultural, de assistência e promoção social. 

A preocupação com os trabalhos sociais fez com que o Centro Espírita adquirisse, por meio de doação, uma área de 2,7 hectares, sendo nesse terreno o local onde funciona o atual PAET – Posto de Assistência Edgard Teixeira, nome dado em homenagem ao seu doador. Hoje, o Centro Espírita Obreiros do Porvir é reconhecido de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal.

PROJETO SEMEAR

 

MENSAGENS E VÍDEOS

FOTOS: PALESTRAS, ENCONTROS E SEMINÁRIOS

REALIZAÇÃO